quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Casa Pia

Juro que não entendo.
Não percebo muito de leis, mas penso que elas são feitas para nos protegerem e nos fazerem pagar pelos nossos erros, se for o caso e se assim ficar provado.
Sempre pensei que qualquer cidadão, que depois de um julgamento em tribunal, ao ser considerado culpado e condenado a um determinado numero de anos de cadeia, já não saísse desse tribunal em liberdade, para andar a pregar ao mundo a sua inocência, e a escrever livros, para ainda ganhar uns trocos com "publicidade", enquanto espera pelo respectivo recurso.
-Afinal quando é que essas pessoas vão cumprir a sua pena por terem errado? NUNCA?
-Porque razão é que o único que foi honesto nesta história toda, é que ficou lá dentro? Também podia estar cá fora com igualdade de direitos!
-Se fosse um comum cidadão anónimo, de carteira vazia, e com contas para pagar, também estava cá fora a der entrevistas á TV, jornais e revistas (certamente sem ser à borla), depois de ter sido condenado??

Ainda dizem que a justiça está má!!  Pois está ...mas é para os honestos.

2 comentários:

as-nunes disse...

Pois é Pandora.

Histórias de vida no Portugal de alguns.

Há que tempos que não nos cruzávamos na blogosfera. E eu que ando para ir a Viseu, mais semana menos semana e não há maneira.
Nem para a vindima na quintarola do meu irmão, ali para os lados do Sabugal, na zona de Parada de Gonta.

Vamos lá a ver se aí vou antes do Inverno.

Bj
António

Ana Ramon disse...

Olá Amiga. Desta vez não deu para passar pela exposição... nem pela feira :)
Tem sido uma correria dos diabos como acontece sempre no período das férias, e nem conseguimos ainda gozar as nossas :(
Vamos a ver se isto agora acalma um pouco porque já estou a ficar saturada.
Para já, regressei a estas lides da Net e aproveito o tempo para fazer visitas aos blogues dos amigos.
Espero que tudo tenha corrido bem.
Um beijinho e até breve